top of page
  • Daniela Ribeiro Tito Rosa

10 Mitos sobre Ayurveda


1. Ayurveda é religião.


Não! Ayurveda é um sistema de saúde milenar, com estudos e descrições de anatomia, fisiologia, embriologia, farmacologia, patologia, etc.


2. Para tratar com Ayurveda é preciso ser hindu.

Não! O Ayurveda pode ser acessado por qualquer pessoa, de qualquer religião.


3. Ayurveda é vegetariano.

Não! O Ayurveda não é vegetariano, muito menos vegano. O consumo regular de carnes não é aconselhado, por ser um alimento pesado, de difícil digestão, mas produtos de origem animal são recomendados em algumas situações. Existem tratamentos à base de caldo de carne ou tutano, por exemplo. Mel e ghee (a manteiga clarificada) são considerados medicamentos.


4. Ayurveda só usa plantas nos tratamentos.

Não! Nos tratamentos, são utilizados produtos de origem animal, vegetal e mineral, a depender do caso. Existem, inclusive, medicamentos feitos à base de metais pesados, que passam por um processo de purificação antes do uso.


5. Ayurveda não realiza cirurgias.

Considerado o “pai da cirurgia”, o Acharya Sushuruta é um dos grandes nomes do Ayurveda, sendo o Sushruta Samhita um dos livros clássicos da Brhat trayi. Sushuruta descreve instrumentos cirúrgicos, preparativos para cirurgias, procedimentos, substâncias cicatrizantes, além de muitos conceitos de anatomia, fisiologia, embriologia, etc.

6. Ayurveda só serve para prevenção de doenças, pois trabalha com hábitos de vida.

Os objetivos do Ayurveda são: manter a saúde dos saudáveis e curar os doentes. O Ayurveda é muito focado em hábitos de vida, higiene e alimentação, sim, porém com o entendimento de que são as condutas erradas que geram desequilíbrios. A reorganização da rotina costuma ser o primeiro passo para muitos tratamentos.


7. Ayurveda só trata o corpo.

De acordo com o Charaka, vida (ayu) é a combinação de corpo (shareera), órgãos dos sentidos (indryias), mente (manas) e alma (atma). Corpo e mente são indissociáveis. Apesar de não ter uma especialidade para as doenças da mente (psiquiatria), é possível realizar tratamentos através do corpo.


8. No Ayurveda, você é o que você come.

Não! No Ayurveda você é o que você digere! Sim, não basta comer alimentos saudáveis, é preciso que esses alimentos sejam saudáveis para quem come, e que a digestão esteja adequada para o aproveitamento dos nutrientes.


9. Ayurveda e yoga são a mesma coisa.

Não! O Ayurveda “bebeu da fonte” do yoga, incorporando alguns princípios filosóficos, principalmente relacionados a comportamentos (os adeptos do yoga conhecem bem os yamas e niyamas). Mas são coisas distintas.


10. Ayurveda não serve para todas as pessoas.

O Ayurveda é para todos, de crianças a idosos, de pessoas saudáveis (que buscam prevenção) a pessoas com problemas de saúde (que buscam tratamento). Mesmo para as doenças consideradas incuráveis, os recursos terapêuticos do Ayurveda são benéficos na melhoria da qualidade de vida.


Bônus: O Ayurveda não faz milagres!

Verdade! Como qualquer tratamento, a dedicação e o comprometimento do paciente são fundamentais. Importante lembrar que adequação de rotina e hábitos de vida são peças-chave para o resultado.


8 visualizações0 comentário
bottom of page